quinta-feira, maio 24, 2012

Montes Claros perde mais um filho

Montes Claros perde um dos seus maiores nomes do teatro, do jornalismo e também podemos dizer, do roteiro. Perdemos hoje o amigo Reginauro Silva, Regi como era chamado por muitos. Montes Claros está de luto. Quem não conheceu pessoalmente Reginauro Silva está de luto. Quem nem sabe do falecimento do Reginauro Silva também está de luto. 

Reginauro era dessas pessoas que, nasceu pra brilhar mesmo que o caos vez ou outra teimasse em reinar. Reginauro foi acima de tudo, acima de jornalista, acima de escritor e autor, acima de pensador, Reginauro foi um herói. São heróis todos os vencedores. Regi era daquelas pessoas que, mesmo sem pronunciar uma palavra, dizia tudo pelos olhos miúdos. Regi era de pouca fala mas deixava tudo sempre as claras. Me lembro do Regi quando ele foi pra Bahia, se exilar e se renascer. E renasceu. 

Durante uma viagem que iria fazer, reencontrei com o Regi lindo, com uma energia e empolgação única, numa manhã de domingo de pouco sol. Eu indo para Sampa e ele retornava a Bahia depois de passar alguns dias em Montes Claros. Voltou para Montes Claros algum tempo depois desfigurado daquele Reginauro Silva do Sibéria e reconfigurado como grande homem que sempre foi. 
Isso a 15 anos aproximadamente. Pouco mais, pouco menos. 

Reginauro Silva sempre foi o meu arquétipo de inteligente. Foram de Reginauro Silva os olhos pequenos mais holísticos que já vi. No seu jeito silencioso de homem inteligente, seus olhos se fechavam ainda mais para observar os arredores ou para finalizar algum assunto. Um artista, Montes Claros perdeu mais um artista. Reginauro Silva faleceu e não lhe devolvi o livro "Gota D'água" do Paulo Pontes e Chico Buarque, que ele me emprestou em julho 1993. A culpa é do Luiz professor de química que pegou comigo e não me devolveu. Assim como não montei "Como fazer amor em família" também não montei "Fale-me como a chuva e deixe que eu ouça..." de Tennessee Williams, que também me presenteou com um roteiro. Fui mestre em furar com o Regi. Com o Regi também. 

A última vez que o encontrei, estava acompanhado da sua bela Denise Bicalho, foi se não me falha a memória, no dia do show do Osvaldo Montenegro, ano passado. Reginauro Silva deixou legado para o jornalismo de Montes Claro. Reginauro Silva deixou legado ao teatro de Montes Claros. 

Que toda a Montes Claros conheça a vida e obra de Reginauro Silva. 

Um beijo Reginauro. Te encontro na esquina, depois do bosque.

Jurandir Barbosa Poeta

1 comentários:

Melanie Brown disse...

:´(

Muito triste!! Li isso e tive medo de eler o resto, mas constatei: É mesmo o cara que escreveo blog, não acredito que o Reginauro morreu...

:(